• Passarela Estreita Blog

    Você consegue ler a Bíblia todos os dias?

    Mariana Raugust | 24 de maio de 2016

    hahah

    Eu, antes de ir pra célula, devidamente armada com minha Holy Bible! Hehe

    Eu não leio a Bíblia todos os dias! Sim, você leu certo, eu não leio a Bíblia todos os dias.

    Eu me esforço para ter disciplina, passo por fases muito boas, outras mais desafiadoras, mas o fato é que nem sempre eu leio no mesmo ritmo, da mesma maneira ou simplesmente consigo ler. Mas sabe o que eu descobri? Que quanto mais leve eu encaro a minha relação com Deus, quanto menos eu me cobro, quanto menos apegada à “metas” de leitura eu fico, mais eu tenho vontade de ler. Exatamente! Alguns dos grandes inimigos da nossa produtividade são a pressão, cobrança, peso.

    Quanto mais carga colocamos sobre nossos ombros, menos conseguimos fluir até mesmo nas coisas que mais gostamos de fazer e eu falo por mim, eu gosto de ler. Por isso, hoje eu quero compartilhar alguns conselhos para quem se cobra muito sobre isso e ainda tem dificuldades de lidar. Quem sabe eu consiga te fazer encarar o seu devocional como um momento mais leve e consiga te ajudar a não sofrer tanto quando você não se sair como esperava.

    Religiosidade escraviza, o amor liberta. Ler a Bíblia é um hábito fundamental para o cristão, disso não temos dúvidas! Entretanto, é preciso ter muito cuidado para que você não acabe indo para o lado da religiosidade ao invés de viver o verdadeiro evangelho. Deus é amor e uma das maiores características do amor é a liberdade. Cristo morreu na cruz a fim de nos libertar de muitas coisas: de padrões e cobranças excessivas, de peso, de pecado, de prisões na alma e da religiosidade também. Se só de pensar em ler a Bíblia você já encara isso como um peso, uma “prisão”, um fardo, uma tarefa, então certamente você está inserido na religiosidade. Se você encara a leitura bíblica como um momento de prazer, de busca de alimento para a alma, de lucidez para o espirito, então você certamente está experimentando do amor que liberta. O papel da igreja (e o meu) não é te cobrar sobre ler mais a Bíblia, não é impôr condições, metas ou seja lá o que for, mas te apresentar o amor e esse amor vai fazer com que você se apaixone tanto que queira descobrir mais desse Deus através dos ensinamentos que Ele nos deixou.

    Mais vale um versículo bem refletido do que um capítulo apenas lido. Se seu objetivo em ler a Bíblia está acima da meta de concluir “x” capítulos por dia, então você não terá problema algum em ficar com apenas um versículo, quando isso for tudo o que você conseguir fazer. O importante mesmo é se sentir conectado com o Pai e nós sabemos muito bem que isso é possível as vezes com um mínimo versículo. Tudo vai depender do quanto você está aberto para aquela Palavra e o quanto você a deixa penetrar em seu coração, gerando verdadeira transformação. Número de linhas não determina espiritualidade.

    Ajuste sua expectativa e pare de sofrer. Nossa vida é imprevisível e tem dias que realmente não será possível ler tudo que se quer, não somos robôs, somos seres humanos. Temos dias bons, dias ruins, dias difíceis, dias incríveis, temos sono, temos disposição, temos trabalho, temos férias, temos vida, temos família. Não podemos exigir de nós mesmos um rendimento de alta performance sempre, todos os dias, todos os momentos e é justamente isso que gera o peso, a ilusão de achar que temos a capacidade de sermos excelentes, previsíveis, constantes, perfeitos, lineares para sempre. As vezes tudo o que te impede de parar e ler a Bíblia é o excesso de emoções, de peso, de cobrança, de frustração, de expectativa em você mesmo. Quer uma dica? Ajuste suas expectativas à realidade e aceite o fato de que nem tudo vai dar certo sempre. Isso não é motivo pra desistir do seu devocional, mas também não é motivo para se sofrer quando você não conseguir concluí-lo com sucesso. Dica importante: assista esse vídeo sobre como parar de sofrer em 5 minutos.

    Procure um profissional. Leitura não é uma tarefa fácil e existem pessoas que possuem mais dificuldade do que as outras. Você já parou pra pensar que a sua falta de concentração em qualquer leitura pode estar relacionada à um déficit de atenção ou uma necessidade de usar óculos? As vezes você pode estar achando que é satanás se levantando para que você não consiga ler a Bíblia, sendo que trata-se de uma limitação física e natural. Claro, se você tiver um diagnóstico do tipo, pode declarar a cura, mas antes você precisa saber o que precisa ser curado!

    Disciplina é sempre bem vinda, mas precisa ser saudável. Por último, não poderia deixar de lado a disciplina. Qualquer novo hábito que você queira desenvolver vai exigir uma certa disciplina e essa busca pode ser muito saudável quando você sabe adaptá-la para a sua vida, sem transformá-la em algo engessado e sem flexibilidade.  Já falei muito sobre isso neste post abaixo, onde citei 4 dicas para passar a ler a Bíblia todos os dias. O segredo é você ser desapegado do perfeito, do ideal e facilmente desenvolver um plano B quando as coisas não acontecem de acordo com o esperado. Não deu pra fazer o devocional pela manhã? Faça de noite. Não deu pra ler todo o capítulo que você queria? Tente só um versículo. Não rolou nem de ler um versículo? Tente amanhã de novo e assim vai! Vida que segue, o importante é ser leve com você mesmo e com a sua vida espiritual. Deus não está interessado em seu desempenho de leitura, mas em seu coração. Ele com certeza se entristece junto contigo quando você encara a Palavra Dele como uma missão pesada, chata e desprazerosa, então vamos descomplicar para ter tempo de qualidade com o Pai!

    4 dicas para passar a ler a Bíblia todos os dias!

    Talvez você também goste deste post aqui:

    Tag: Minhas Bíblias Favoritas!


  • Passarela Estreita Blog

    Ideias da Mari: Parede com recordações de viagem!

    Mariana Raugust | 20 de maio de 2016

    quadros2

    Quem me acompanha no insta (@passarela_estreita), viu que eu postei sobre essa parede de quadros que fiz para o lavabo aqui de casa. Não sou super entendedora de decoração, mas de fato sou uma grande metida no assunto! Hehe Eu gosto muito de arrumar a casa, de pensar numa maneira de deixar cada cantinho único, com cara de algo personalizado.

    Minha família e eu nos mudamos para esta casa há pouco mais de um ano e ainda estamos decorando as coisinhas por aqui. Se quiserem, eu posso ir sempre postando minhas arrumações e invenções, querem? Peço desculpas pela qualidade das fotos, pois tive que tirar do celular mesmo (minha máquina fotográfica estragou) e o lavabo não tem uma boa iluminação (sorry)!

    QUADROS

    Eu precisava colocar alguma vida nas paredes brancas do lavado, mas estava procurando por um efeito mais pessoal, foi quando tive a ideia de montar um painel de quadros com recordações da melhor viagem da minha vidaComecei separando todos os planfletos, tickets e mapas que eu tinha em casa e iniciei o teste, os recortes…

    Uma dica legal é que você pode compôr seus quadros com outros temas como convites, credenciais, recortes de jornal e para as mamães também rola de fazer com lembrancinhas do bebê.

    quadros3

    O resultado ficou assim. Na parede ao lado dessa eu coloquei mais dois quadros (dá pra ver na primeira foto, lá de cima). Infelizmente eu me dei conta de que não tinha nenhum panfleto ou mapa de Roma, pois foi um dos lugares mais incríveis que fui e eu queria muito uma recordação de lá para a minha galeria, mas eu só tinha um ticket de trem pra contar história, então é possível ver mais lembranças de Londres e Paris.

    quadros4

    Aqui alguns dos meus quadros favoritos. O branco a minha mãe comprou no Carrefour, custou R$ 59,90 e eu gosto muito desse detalhe em prata na moldura, pois deixa o resultado mais sofisticado. No quadro ao lado, também do Carrefour, custou R$ 49,90 e eu coloquei um recorte de uma revista que peguei no aeroporto de Paris e abaixo coloquei o cartão do transporte de Londres, que veio sem querer na mala. Se eu o tivesse devolvido pro trem teria economizado 5 libras, mas ele acabou vindo junto no bolso.

    quadros5l

    Aqui são exatamente os mesmos quadros da foto acima, a única diferença é que o branco foi usado na horizontal. Na esquerda coloquei um panfleto que peguei no metrô de Londres (curto muito essa imagem do tiozinho punk! Hehe) e ao lado são dois recortes de um mapa/guia de Paris.

    quadros9

    Por último, estes dois quadros que eu amo a moldura. Eles são bem pesados e eu não sei quanto custaram e nem onde foram comprados, mas são super resistentes e eu amo esse efeito do vidro fosco na borda (eles ficavam no meu quarto e apareceram nas fotos do antigo apartamento aqui, aqui e aqui). No quadro da esquerda eu coloquei o mapa de Paris, no da direita alguns panfletos de Londres e no cantinho o meu humilde ticket do metrebus Roma (Aee! Vale 100 minuti! Hehe).

    Por hoje é isso! Curtiram? Posso mostrar mais coisinhas para vocês como o Coffee Bar que eu montei embaixo da escada, topam? Hehe


  • Passarela Estreita Blog

    Como me tornar uma mulher interessante? Parte I

    Mariana Raugust | 16 de maio de 2016

    mulherinteressante

    Como me tornar uma mulher interessante? Devo estudar, buscar minha independência financeira, minha profissão ou devo ficar em casa aprendendo a cozinhar e esperar pelo príncipe “encantado”? Devo passar boa parte do meu tempo lendo a Bíblia ou devo buscar conhecimento sobre economia, política, conhecimentos gerais? Devo dedicar meu tempo livre para ir à academia, fazer atividade física e cuidar do corpo ou devo pensar mais no meu interior e no aperfeiçoamento do meu caráter?

    Quando paramos para ler o trecho de Provérbios 31, em que fala sobre a mulher virtuosa, tudo parece tão distante do que nós vemos hoje em dia, não é? Parece que as cobranças de carreira, estética e até vida espiritual são tantas que nós nem sabemos por onde começar. Afinal, o que é prioridade? O que devemos investir em nossas vidas?

    De fato ser “só crente” nós sabemos que não é o suficiente para ser alguém interessante. Ter amor próprio, ser bem sucedida e ter uma autoestima bacana também não. Ser bonita e se vestir bem, muito menos. Mas olhar demais pro interior e esquecer do cuidado próprio é outro caminho perigoso. Eu diria que mulheres interessantes são aquelas que sabem viver num “time” contemporâneo, possuem projetos pessoais, sabem brilhar sozinhas, possuem opinião própria, voz, mas também são apaixonadas pelos princípios bíblicos, pelos projeto original de Deus pro ser humano, que é a família, e com isso também amam o seu papel como mulher, como esposa, como mãe, como coluna, como apoio, como serva.

    Polêmico? Talvez! Difícil de encontrar mulheres assim? Com certeza. É um desafio equilibrar tantas qualidades e características que ao primeiro olhar parecem ser tão impossíveis de unificar. No podcast de hoje eu quero falar um pouco mais sobre o assunto e convidar todas vocês à entrarem na reflexão sobre o tema, o que acham? Se curtirem, podemos juntas dar seguimento ao assunto e aos poucos vou produzindo mais aúdios do estilo.

    Para ouvir, é só clicar AQUI.


  • Passarela Estreita Blog

    Hipster, Dance, HipHop…Descobertas da semana!

    Mariana Raugust | 11 de maio de 2016

    hipster

    O que aconteceu com a Mari que indicava música nova a cada semana, hein? Tá aí uma boa pergunta, minha gente! Sabe quando você está com “sede” de novos artistas, novo som e não encontra nada especial? Eu estava assim, já tava tristinha porque não tinha um hiphop, um pop, um dance diferentão dando as caras na minha vida.

    Entretanto, decidi dar um jeito nessa situação, abri o Spotify e iniciei a minha caça ao tesouro, descobri que eu tinha várias playlists secretas com músicas que eu estava “guardando” pra indicar depois, acreditam?! Os setlists eram tão secretos que nem eu lembrava deles (realmente, só eu mesmo)! Mas o que eu mais gosto nesta plataforma de música é que cada vez que sigo um artista aparece uma aba com indicações de outros cantores parecidos e assim não tem como ficar sem novidade nunca, né? E vocês, como encontram suas news musicais? Tenho pensado em fazer playlists colaborativas, para que você também possam adicionar suas preferências, curtem a ideia?

    Já que fiquei tanto tempo sem falar de música por aqui, agora vou liberar várias indicações de uma vez só, beleza? Como não sou boba, deixei uma reserva pro próximo post também, aguardem!

    Vamos por partes. Essas são as minhas atualizações da semana na playlist Su-summertime, It’s contagious!

    Atualizações na Playlist SWAG.

    Atualizações na playlist Gimme that Funky Jesus Music.

    Atualizações na playlist Hipster.

    Sim, são todas bandas cristãs! Hehe


  • Passarela Estreita Blog

    Como baixinhas podem usar botas de inverno?

    Mariana Raugust | 5 de maio de 2016

    baixinhss59lllPPPPPPPP

    Ainda estamos no outono, mas o Sul decidiu que o negócio está mais para inverno por aqui. Inspirada nessa “friaca” que começa a dizer oi, achei que seria uma boa falar sobre botinhas de inverno, mas com dicas destinadas para baixinhas porque muitos modelos desvalorizam nossa silhueta (se quiserem sugerir outras pautas sobre moda e biotipos, fiquem à vontade). Mesmo sabendo que o clima não é o mesmo para todo o Brasil, acredito que as dicas são adaptáveis para todos os lugares, não custa tentar, né?

    baixinhass23

    O modelo acima do joelho é um dos mais “difíceis” para combinar de maneira que valorize a silhueta de quem é baixinha. Eu tenho 1.59 cm de altura, mas não abri mão de usar esse modelo que gosto tanto. Uma solução bacana, e que sempre funciona, é apostar em uma calça da mesma cor da bota, pois gera aquela impressão de continuidade, digamos assim. Usei esse look para ir ao culto de jovens da minha igreja!

    baixinhss

    Apesar da sugestão acima ser total em preto, você não precisa necessariamente apostar em algo idêntico. O truque de alongar a silhueta pode ser aplicado em outros tons também.

    baiixnha

    Outra dica bacana é investir em short ou saia no outono e quem sabe inverno também. Um bom exemplo é o do look acima que também foi combinado com bota acima do joelho, porém com meia calça da mesma cor, proporcionando o mesmo resultado de alongar a silhueta!

    baixinhss4

    Brilho é sempre um truque legal para dar vida no frio, principalmente quando é combinado com peças de texturas bem opacas, como a camurça!

    baixinha

    Outra maneira de alongar a silhueta é usar botas em tom próximo ao da sua pele, o famoso nude. Você pode usar com saias mais curtas e meia calça tom de pele ou até saias mais longas.

    baixinhss5

    Uma dica muito importante é optar por modelos que tenham o bico mais “afinado”, pois alonga. Outro truque infalível para não errar na escolha da bota com short ou saia é escolher um estilo que fique bem certinho no seu calcanhar, que não fique muito solto, pois isso “quebra” um pouco a silhueta, como foi o caso da minha botinha na foto acima, ela não estava bem justinha no pé, mas a usei como referência só pela cor mesmo (porque era o que eu tinha! Hehe).

    baixinhas

    Ainda falando de preto, um truque muito bacana é brincar com texturas. Caso você opte por uma calça de tecido bem opaco, uma bota, ainda que de cano mais altinho, mas de textura brilhosa, pode dar um efeito de muito estilo sem esforço.

    baixinhss59

    Em geral um dos grandes segredos de usar um look todo preto ou todo branco, sem parecer que você vai para um velório, ou que é uma médica, é justamente essa mistura de texturas: brilho, fosco, pelo, opaco, paetê, jeans e por aí vai.

    baixinhass

    E por último, outro truque que amo é investir em bota e calça de textura vinil, pois além de alongar muito a silhueta, dá um efeito super estiloso. Para não ficar “vulgar”, você pode combinar com um maxi cardigan, que tapa o bumbum e a textura da lã “quebra” o brilho da calça.

    baixinhss59lll

    Espero que as dicas tenham inspirado vocês e que consigam adaptar para o clima de cada lugar do Brasil! Hehe

    Talvez vocês também gostem de ler: Como usar casaco de paetêCalça RasgadaBlusa listrada, usar Calça Vermelha e a como usar Saia de Paetê.